28 de jul de 2011

Alma de Mulher




Alma de Mulher
Não há inteligência masculina capaz de compreender os mistérios da alma feminina.
Por Evaldo Ribeiro


Mulher é um mar de emoções, em constante mudança e renovação.

Uma vez por mês acontece em seu íntimo um verdadeiro temporal emocional. E em cada visita da fertilidade, ela fica com o seu ser revirado pelo avesso.

Ela altera a personalidade, saindo repentinamente dos dias iluminados para longas noites nebulosas, sem avisar ao homem que convive com os seus altos e baixos emocionais, para se proteger em um lugar seguro.

A mulher ama chocolate, realiza-se olhando vitrines e comprando sapatos. Sente-se nas estrelas, enquanto está sobre elegantes saltos altos.

A mulher pede a opinião sincera do homem sobre o retoque de seu cabelo. Mas, na verdade, ela só confia mesmo, é no silêncio do espelho. A mulher cria conflitos por nada, só para movimentar a rotina da relação. Volta ao assunto já resolvido, só para ver se o homem cai em contradição. Discute apenas com o intuito de vencê-lo pelo cansaço e para sempre ter razão.

A mulher sonha em viver um amor sem fim, mas muitas vezes, diz não. Quando na verdade do coração, tudo o que ela mais quer é dizer sim.

Gosta de testar a consistência de suas escolhas, só acredita no que sente. A mulher demora para escolher, porque sabe que a diferença que evidenciará suas qualidades está nos detalhes daquilo que vai usar.

Deseja jantar à luz de velas com um homem que saiba ouvi-la, sem interrompê-la com coisas que não acrescentam.

Sonha ter ao seu lado, como companheiro de jornada, um homem que a ame profundamente, e que ainda tenha a paciência de olhar com ela o estoque de uma loja inteira, sem criticar a sua indecisão e sem olhar para o relógio.

A mulher não busca a solução para os seus conflitos na força de um homem. Sente-se aliviada falando de sentimentos e medos que a consomem. Busca o charme, a beleza, a diferença e o conforto. Sabe combinar as cores com seus sonhos, preço e bom gosto. Viaja na imaginação lendo romances, porque nas histórias dos livros, o amor é tratado com a mesma emoção que sonha para sua vida.

A mulher quer distância da mesmice e sonha chegar ao futuro, sem levar consigo as marcas da velhice. Esse é o sonho de TODAS. A mulher gosta de joia e de tudo o que possa realçar os traços de sua beleza. Valoriza os cuidados com a aparência, porque nela guarda a sua riqueza. A mulher sonha casar-se com um homem que saiba o que realmente quer da vida, e que seja capaz de respeitá-la, mesmo na sua ausência. E, sobretudo, que não seja apenas mais um daqueles viciados que se ocupam em olhar para as outras na rua. Afinal de contas, nada destrói mais a autoconfiança de uma mulher, do que a convivência diária com a imaturidade de muitos canalhas.

A mulher sonha em ser livre para pensar, sentir, agir e atingir as suas metas. Sua alma tem uma sede incontrolável de mudança, e ela advoga em defesa dos direitos pela igualdade, para um dia libertar-se da rotina dos sentimentos de inferioridade.

A mulher traz em sua essência e, em alto nível, os segredos da transformação. Derrete-se quando é lembrada de sua importância e tocada em seus mistérios. Porém, guarda em si, a delicadeza de uma flor, e somente os homens mais sensíveis sabem tocá-la com respeito e amor. A mulher é a presença acolhedora e a educadora social, construtora da honra, regente da ética e herdeira da moral. E, por ser assim, tem o direito e a liberdade para escolher e viver tudo o que ela bem quiser.

Ela guarda os encantos de sua beleza mais íntima e revela o melhor de sua essência, a quem, de fato, preencher os anseios de seu coração. Mulher é para ser amada e compreendida. Mulher é para ser respeitada e não reprimida.

copiado do site
http://www.vidaeconsciencia.com.br

Nenhum comentário: