26 de mai de 2014

PROJEÇÃO ASTRAL




Trechos do livro Fora do Corpo de Robert Bruce
A Dimensão Astral

O astral é a dimensão mais próxima da física. Ela envolve e permeia o mundo como uma enorme rede mental, absorvendo e guardando todos os pensamentos. Seu conteúdo é criado pela consciência coletiva da mente do mundo. Ela contém todos os pensamentos, lembranças, fantasias, e sonhos de toda coisa viva no mundo. Nela, as leis da atração simpática, ou igual atrai igual, faz com que este oceano de substância mental se estratifique e estabeleça camadas ou níveis. Estes níveis de pensamento são mais comumente chamados de planos astrais, mundos astrais, sub-planos astrais ou domínios astrais.
A dimensão astral é composta de matéria astral e é habilmente descrita como substância mental. Ela é extremamente sensível ao pensamento e pode ser moldada em qualquer forma ou aspecto. Estas criações são tão perfeitas que são indistinguíveis da realidade.
A melhor maneira de explicar isto, substância mental, é fazer uma comparação entre a matéria astral e um filme fotográfico não exposto. Quando este filme é exposto à luz, enfocado pelas lentes da câmera, uma imagem perfeita da realidade é instantaneamente formada no filme pela reação química do filme com a luz. Quando a matéria astral é exposta ao pensamento, enfocada pelas lentes da mente, uma imagem perfeita da realidade é imediatamente formada de substância mental astral pela reação da matéria astral com o pensamento. A complexidade e a durabilidade de qualquer criação na dimensão astral depende grandemente da força da mente realizando a criação.


Os Sonhos


É assim que o subconsciente cria os sonhos: Sintonizando na dimensão astral durante o sono, ele pode criar qualquer cenário que desejar. Esta é a maneira do subconsciente resolver problemas e se comunicar com a mente consciente. Ele cria uma série de cenários complexos em forma de pensamento e projeta-os na substância mental da dimensão astral, onde eles se tornam sólidos. A mente consciente então vive e experimenta estes cenários criados no estado de sonho. De forma que é como um projetor de cinema (subconsciente) projetando em uma tela de cinema (dimensão astral)




Formas de Pensamento


Qualquer objeto novo no mundo real é assimilado na dimensão astral durante um período de tempo. Uma representação dele em forma de pensamento primeiro cresce (surge) na parte mais baixa do astral, próxima à dimensão física, se tornando mais e mais permanente conforme o tempo passa. Como com todas as formas de pensamento, quanto maior a atenção dada a ela mais rápido ela cresce.
Quanto mais alto na dimensão astral, ou quanto mais distante da dimensão física, menos formas de pensamento, do mundo físico, como nós conhecemos, são encontradas. Coisas físicas tem que se embeber (permanecer) nela por um tempo muito grande antes que elas tomem forma, e sejam encontradas, no astral superior.
Você já tentou andar por uma casa estranha no escuro? Você esbarra em tudo, certo?. Mas conforme você se torna familiar com ela entretanto, uma imagem mental de seus contornos se forma em sua mente, e você consegue encontrar melhor o caminho. Quanto mais tempo você passa nessa casa mais forte essa imagem mental se torna. Isto é similar a como as coisas são assimiladas e crescem, como formas de pensamento, em outras dimensões.
A geração de formas de pensamento no astral também funciona ao contrário. Se um objeto físico existe a muito tempo, ele terá desenvolvido uma impressão duradoura de sua forma de pensamento no astral. Após o objeto ser destruído ou removido, sua forma de pensamento continua a existir (durante algum tempo). Você pode, por exemplo, no astral, encontrar móveis que você não tem (mais) em sua casa, confundidos com aqueles que você (ainda) possui. Isto é causado pelas formas de pensamento decadentes (que estão desaparecendo) de coisas velhas, que pertenciam a casa anteriormente, mas que ainda estão lá, anos após os originais terem ido.
Formas de pensamento antigas não seguem o seu equivalente físico quando eles mudam de lugar. As novas começam a crescer no astral onde quer que estejam enquanto as antigas desaparecem lentamente. Quanto mais tempo alguma coisa estiver num lugar, mais forte a forma de pensamento irá se tornar naquele lugar. Isto também se aplica a construções (prédios, etc.), estruturas e características geológicas. Você pode fazer uma projeção em um parque e encontrar uma casa, ponte, colina, etc. que você sabe definidamente que não está lá. Estas podem ter existido há tempos atrás. Quando mais alto você vai no astral, mais antigas as formas de pensamento são, ou mais para trás no tempo geológico você parece estar.
A taxa de crescimento de uma forma de pensamento depende largamente da quantidade de atenção dada a ela. Por exemplo, um quadro famoso; amado, visto e altamente pensado por milhões, terá uma forma de pensamento muito mais forte que aquele quadro comum que fica no quarto de alguém e é visto apenas por poucos. O número de formas de pensamento que você encontra no astral também depende de quão próximo você está da dimensão física. Se você estiver muito próximo, como em uma projeção em tempo real ou experiência fora do corpo, muito poucas formas de pensamento, se quaisquer, serão encontradas. Em uma experiência-fora-do-corpo em tempo real você não está exatamente na dimensão astral, mas existindo como uma forma astral em uma zona intermediária entre as dimensões física e astral.


Visão Astral


No corpo físico nós temos 220 graus de visão, isto é, nós podemos ver apenas em frente a nós, mas não atrás, para cima e para baixo ao mesmo tempo. No corpo astral nós temos mais que 360 graus de visão e podemos enxergar em todos os lados de uma vez. Esta é a visão esférica. Durante a projeção, o hábito nos força a prestar atenção a uma direção apenas, onde nós achamos que a parte frontal da nossa visão está. (Entretanto) a visão de trás, de cima, de baixo, da esquerda e da direita continuam lá, e são vistas todas de uma vez, mas elas não conseguem ser assimiladas pela mente, todas de uma vez. (Porque) isto vai contra o hábito de muito tempo da visão frontal da mente. A visão esférica é como ser um enorme olho multifacetado que pode enxergar em todas as direções, para cima, para baixo, a esquerda, a direita, em frente, a trás, mas todas ao mesmo tempo.
No corpo astral você não tem órgãos físicos, por exemplo, olhos. Você é um ponto de consciência não físico flutuando no espaço. Você também não é afetado pela gravidade e outras leis da Física. Nesse estado não há para cima ou para baixo, para trás ou para frente, esquerda ou direita. É apenas o hábito de muito tempo que tenta forçar esta perspectiva em você durante a projeção.
É importante entender a visão esférica, se você quiser operar competentemente no astral. É assim especialmente quando você faz projeção em tempo real, próximo a dimensão física. A visão esférica irá freqüentemente fazer com que você pense que está em uma dimensão de espelhos, ou em uma cópia invertida da realidade. Isto significa que sua casa, por exemplo, irá parecer estar invertida, de trás para frente. Isto é devido a você perder o seu ponto de vista natural durante a projeção.
Em algum ponto durante a projeção, você se desorientou e tomou um ponto de vista diferente do normal, exemplo, você se virou (de lado) ou de cabeça para baixo sem pensar (perceber). Isto inverte o seu ponto de vista natural de esquerda direita, para cima e para baixo. Consequentemente isto engana o seu subconsciente e faz com que ele inverta o local que você está de forma que a sua mente consciente possa funcionar adequadamente.
Devido a você não ter um corpo físico no astral, se você quiser olhar para trás, você não tem que se virar, ou fazer qualquer movimento. Você simplesmente muda seu ponto de vista para trás. Isto, quando feito sem se mover, cria o efeito da imagem no espelho, de forma que é como olhar num espelho para enxergar trás.

O Poder da Visualização Criativa


O subconsciente tem recursos vastamente maiores de visualização do que a mente consciente. É como comparar um super computador a uma calculadora infantil. Na dimensão astral, durante qualquer projeção consciente ou sonho lúcido, onde a mente consciente está alerta, essa diferença pode causar grande confusão. O subconsciente trabalha todo o tempo durante qualquer projeção. Todo o seu poder criativo está preparado para se manifestar, para criar, e assim o fará na primeira oportunidade. Essa diferença no poder criativo, combinada com o hábito de muito tempo da visão frontal, é a causa do "efeito Alice no país das maravilhas." Deixe-me explicar...
Considere todos esses fatos:
1. O incrível poder criativo do subconsciente
2. Os fracos poderes criativos da mente consciente
3. A sensibilidade da matéria astral ao pensamento
4. A visão esférica
5. As inversões de esquerda e direita
E você tem uma receita para a confusão total.


Como a Projeção Acontece


Durante o sono, o corpo energético, também conhecido como corpo etéreo ou revestimento vital, é colocado em carga. Ele expande e se abre a fim de acumular e armazenar energia. O corpo energético pode, normalmente, fazer isso apenas em seu estado expandido durante o sono. Uma vez expandido, os chakras emanam energia, na forma de matéria etérea, no corpo energético. Durante esse processo de recarga, o corpo astral se separa e sintoniza-se na dimensão astral onde ele pode criar e experimentar sonhos.
Se esta separação é feita conscientemente, ou se você fica consciente após ela, você pode ter algum controle sobre ela. Então ela se torna uma experiência-fora-do-corpo, projeção astral ou sonho lúcido.


As principais diferenças entre uma experiência-fora-do-corpo, projeção astral e um sonho lúcido são:

A Experiência-Fora-do-Corpo


A experiência-fora-do-corpo é uma projeção em tempo real próxima ao mundo físico. Essa frequentemente ocorre como parte de uma experiência de quase morte. É quando a pessoa é retirada de seu corpo por causa de algum tipo de trauma severo, exemplo: um acidente de carro, cirurgia, ataque cardíaco, o nascimento de uma criança, etc. Aqueles que têm essa experiência ficam cientes das coisas que acontecem no mundo real, em tempo real, tais como: conversas e eventos ocorridos ao redor de, ou próximo a, seus corpos físicos. Em muitos casos, esses eventos e conversas são precisamente relatados pelas pessoas após terem retornado a seus corpos.
Nota: A experiência fora do corpo é ligeiramente diferente da projeção astral ou sonho lúcido devido a seu aspecto objetivo de tempo real. Isto é causado pelo corpo astral contendo uma grande quantidade de matéria etérea, o que o mantém próximo ao mundo físico.
Existem duas causas principais da experiência fora do corpo em tempo real:
O corpo da pessoa está próximo da morte, ou pensa que está, o que faz com que uma grande quantidade de matéria etérea seja canalizada para dentro do corpo astral na preparação para o processo de morte. A pessoa possui chakras ativos que estão fazendo algo similar. (canalizando matéria etérea para dentro do corpo astral). Ter chakras ativos pode ser uma habilidade natural, ou ela pode ser desenvolvida com treinamento.
Nota: Você pode fazer projeção conscientemente, e ter uma experiência fora do corpo em tempo real se matéria etérea suficiente for gerada pelos chakras. Em uma projeção em tempo real, a realidade é percebida como objetiva (real) e o tempo é normal (tempo real).
Tecnicamente, quando você faz projeção dentro do mundo físico em tempo real como em uma experiência fora do corpo, ela ocorre realmente dentro da área limiar da zona intermediária, entre as dimensões física e astral. Se o corpo astral contiver suficiente matéria etérea ele pode existir apenas ligeiramente fora de fase da realidade. Isso significa que a projeção é em tempo real é tão próxima da dimensão física que é indistinguível dela.
Nota: Eu verifiquei isto várias vezes, fazendo projeção em tempo real, durante o dia, observando minha área local notando obras em estradas, acidentes, incidentes, etc. e então checando a autenticidade de minhas descobertas após isso.
Existem fortes barreiras naturais a projeção consciente em tempo real, a experiência fora do corpo, no mundo físico. A quantidade da matéria etérea produzida e canalizada para o corpo astral é uma delas. Ela limita a duração de qualquer projeção em tempo real ao grau de controle e desenvolvimento do chakra.

A Projeção Astral

É quando o corpo astral é projetado dentro da dimensão astral, onde as coisas são bastante diferentes do mundo real. O tempo é distorcido e estendido, exemplo: uma hora no astral pode ser como poucos minutos na dimensão física, dependendo de que parte do astral você esteja. A realidade é fluida e modificável.

O Sonho Lúcido


É quando as pessoas ficam totalmente conscientes de que estão sonhando durante um sonho. Daí, ou elas exercem algum tipo de controle consciente sobre o curso dos eventos, ou elas convertem a experiência em uma projeção astral. O sonho lúcido é mais parecido com uma projeção astral do que com uma experiência fora do corpo, já que o tempo e a realidade são distorcidos.

Projeção Astral ou Sonho Lúcido?


Muitos daqueles que fazem projeção astral perdem a consciência antes que façam uma saída consciente de seus corpos e retornam a consciência na dimensão astral. Vocês ficam conscientes após a verdadeira separação do corpo físico e geralmente já estão na dimensão astral. Se vocês perdem a saída consciente de seus corpos, vocês estão tecnicamente tendo um sonho lúcido, não uma projeção astral porque ficaram conscientes após a separação.
Todos os três tipos de projeção são estreitamente relacionados, motivo: todos eles envolvem a separação do corpo astral do físico e a experimentação de uma realidade.


http://anjodeluz.net/



21 de mai de 2014

Ouvindo sua voz interior!



Ouvindo sua voz interior!
Há momentos em nossas vidas que as coisas vão perdendo os significados. Nossas atitudes parecem que se tornam "vazias", desprovidas do querer fazer. Conceitos e padrões de comportamento até então praticados já não nos dizem mais nada. Eis aí a sinalização interna de que é chegada a hora de uma mudança. É chegada a hora de nos escutarmos atentamente, pois estamos clamando por transformações.

Na busca da realização, se não houver o entusiasmo na jornada, algo está incompleto. Pode ser o medo da decepção que impede a pessoa de dar vazão à sua alegria pelo que está a buscar, pode ser o receio da crítica, principalmente de entes queridos, que não demonstram que irão apoiar estas iniciativas, pode ser muitos outros fatores, mas o mais importante é: "Acreditar que é chegada sua hora".

Se as pessoas soubessem que nada nos garante a segurança, elas não temeriam tanto a insegurança causada pelo que é novo. Tudo que se vai iniciar gera uma expectativa de acerto e um temor de que não dê certo. Natural e normal no ser humano. Isso não deve se tornar empecilho para o fazer.

O que não pode ser considerado natural é o sufocar essa voz interior que nos clama a uma nova forma de agir. Para que não nos atrapalhemos com interpretações errôneas, quando se tem um insight, um "estalar" interior, o mesmo não vem acompanhado com todo um plano já traçado que nos mostra com antecedência tudo que devemos fazer. Existe um forte desejo de mudança e um grande vazio do que e onde, do como fazer. Este vazio é o responsável pelos que fogem de seus sonhos.

Este vazio é na realidade o espaço aberto para que cada um possa encontrar em si o que colocar nele. Portanto, ele não deve ser usado para nos impedir de caminhar, pois devemos saber que será nele que permitiremos possa ir surgindo nossa nova construção.
Aparecerão obstáculos a serem transpostos, superados, mas que apenas consolidarão ainda mais a convicção de se estar no caminho certo, mesmo sem o "mapa" que dite a rota a seguir. Todas as emoções são vividas, não há isenção de sentimentos. Há sim uma sensação de integração conosco mesmos e com o próprio universo. Esta sensação de integração gera uma sensação de harmonia e paz surpreendente. Mesmo vivendo emoções a cada passo, o bem-estar que é gerado torna-se indescritível.

Um exemplo simples que descreve esse processo de mudanças onde se sai do conhecido para o experimentar, é quando nos propomos a fazer um prato sem seguirmos as receitas conhecidas. Temperos e condimentos vão sendo acrescidos sem se saber bem qual o sabor dessas combinações, mas ao mesmo tempo uma convicção de que ficará muito saboroso. E fica.

Para que nossas vozes interiores possam ser ouvidas, precisamos nos desprender de alguns artifícios que adquirimos no decorrer de nossa existência. Precisamos jogar fora nossos sentimentos de culpa, principalmente o que geramos em nós mesmos por não correspondermos ao que os outros esperam de nós. Precisamos parar de querer agradar a tudo e a todos, pois só é possível a boa convivência quando há a aceitação de cada um como cada um realmente é. Então aceitar-se como se realmente é torna-se um dos primeiros passos.

Muitas vezes essa tão falada transformação está apenas na forma como cada pessoa se coloca em tudo aquilo que já faz e já vive. É como se ocorresse uma mudança do ângulo em que se observa algo, e não a mudança desse algo em si.
Tenho também notado que quando essas transformações ocorrem, essas pessoas passam a ser muito melhor aceitas e compreendidas pelos seus, ao contrário do que imaginavam e temiam. Há muito pouco tempo uma senhora me disse: "Se soubesse que iriam me aceitar tão bem, teria me permitido isso a muito mais tempo". O "isso" é exatamente o que mudou dentro dela e que sua voz interior clamava a muito tempo, mas que ela sufocava com receio da reação dos que a cercam.
Você ouve sua voz interior? Você sabe que tem voz própria?




18 de mai de 2014

Reconectando-se com a Energia Divina do Dinheiro



Tem chamado a minha atenção de que muitas vezes os trabalhadores da luz ou as pessoas que estão em sua jornada evolutiva parecem não ter dinheiro suficiente. Parece que elas tem dificuldade para atrair dinheiro em suas vidas.

Obviamente não é todo mundo que é assim, mas tem sido um padrão bastante forte entre curandeiros, videntes, e até trabalhadores da ascensão. Eu não vou me ater aqui sobre o porquê disso, porque basicamente, isso não é importante. No entanto, eu quero salientar que você vai ter que trabalhar os seus próprios bloqueios pessoais que estão criando este problema em particular na sua vida, O exercício que vamos fazer depois vai permitir que você identifique qual é o seu problema particular, corrigi-lo e curá-lo. Depois de aprender este exercício, que você você vai precisar fazê-lo uma vez ou duas vezes por dia, de preferência depois de ter feito a sua meditação.

A coisa mais importante sobre o dinheiro, é que você precisa entender é que ele é um ser de energia, que está vivo. Pense nele como um Elemental muito poderoso, um Elemental muito importante. Eu diria que provavelmente é o Elemental mais importante na sua vida hoje.


Isso é por causa da natureza do mundo em que estamos vivendo! Especialmente se você está vivendo em um país ocidental, onde você precisa ter dinheiro para sobreviver.

O dinheiro permite que você faça as coisas mais básicas, como beber água fresca, ter um lugar para viver, ter roupas em seu corpo, ser capaz de se expressar criativamente. Comer todos os dias. As coisas mais básicas da vida nos chegam em troca por dinheiro, por isso, é extremamente importante.

 Outro aspecto de dinheiro que eu gostaria que você entendesse é que o dinheiro não é mau. Algumas pessoas vão usar o dinheiro de uma forma negativa, mas o dinheiro em si não tem nada negativo. Depois de identificar e entrar em contato com a energia do dinheiro, você vai perceber isso por si mesmo. Não há absolutamente nada de negativo no dinheiro. É abrangente, é criativo, é carinhoso. É quente, é lindo. E eu quero que você seja capaz de experimentar isso.

Exercício:

 Para este exercício você vai precisar de algum dinheiro para segurar. Notas são melhores do que moedas, mas se você não tem nenhuma no momento, a moeda vai servir. Mas da próxima vez, tente ter uma nota, e quanto maior a nota, melhor.


Coloque a nota entre as palmas de suas mãos, descansando-as suavemente na sua frente . Vai parecer um pouco como se estivesse rezando, com suas mãos descansando na sua frente, ficando de maneira tranquila e confortável.

É muito importante, que enquanto você estiver fazendo este exercício, que você não peça coisas. Tenho notado que há uma tendência que quando se está entrando em contato com o dinheiro ou quando se sente que se está entrando em contato com o dinheiro, se comece a pedir coisas. Você sabe, ‘Oh, eu quero um carro novo, eu quero um novo emprego, eu quero dinheiro para a comida, quero isso ou aquilo’ – você sabe, como é, não faça isso.

Pense nisso como quando você vai conhecer e fazer um novo amigo, e quando você faz um amigo novo, você não vai começar pedindo coisas para ele.

O que vamos fazer, é primeiro familiarizar-nos com a energia do dinheiro. E então nós vamos permitir que ele se expresse em nosso campo de energia. Isso é tudo o que vamos fazer agora. Então segure o dinheiro entre as palmas das mãos e limpe sua mente.

Em seguida, vamos sentir a

nota.

 Apenas sinta. Sinta-a entre as palmas das mãos. Permita que ela esteja lá.

Logo você vai começar a senti-la quente. Há um calor encantador vindo dela. Essa é a primeira impressão que você identifica no dinheiro. É quente.

Eu quero que você diga ‘oi’ e diga-lhe que você permite que ele se expresse para você. E depois é só ouvir. Aquiete sua mente e ouça. Veja as imagens que surgem, ou pensamentos quem vêm à sua mente e permita que isso aconteça.

A primeira vez que eu fiz isso, me veio uma imagem de minha mãe arrancando uma nota da minha mão, para longe da minha boca, me levando para o banheiro para lavar a minha boca, me dizendo o quão sujo o dinheiro era e que eu nunca deveria colocar dinheiro na minha boca e que eu deveria sempre lavar as mãos depois de tocar em dinheiro. Obviamente que isso me chocou, e causou um enorme bloqueio, eu não poderia permitir que o dinheiro entrasse em minha vida, você sabe, eu não poderia permitir que o dinheiro me tocasse, era sujo.

Eu fiquei realmente muito surpresa quando vi essa imagem, quer dizer, eu tinha esquecido completamente sobre isso. Então eu agradeci, e a liberei.

E se você está recebendo qualquer tipo de feedback negativo com este exercício, tudo que você tem a fazer é – apenas pense na imagem, nos sentimentos, nos bloqueios, e liberte-os. Eles estão aflorando agora, para que você possa liberá-los.

Levei algumas semanas para trabalhar vários bloqueios, e finalmente, eu fui capaz de apenas ficar sentada permitindo que o dinheiro possa se expressar em mim.A próxima etapa é aceitá-lo em seu campo de energia. Seu campo de energia é a sua vida, é você. É o seu corpo, é os seus pensamentos, suas emoções, sua realidade.

Então, quando você tem um feedback bom e positivo do dinheiro, você está permitindo que ele se expresse em você total e completamente, eu quero que você peça a ele que entre em sua vida, que entre em seu campo de energia.

E eu posso dizer-lhe que ele estará extremamente feliz em fazê-lo, porque não há nada que o dinheiro goste mais do que se expressar abundantemente em sua vida.

Essa é a única maneira que ele pode expressar-se – ser abundante, estar em todos os aspectos de sua vida.

Então, para traduzir isso em na prática, é, basicamente você deixar a nota entre suas mãos se aquecendo.

Permita que ela fique quente, muito quente mesmo. E você vai permitir que o calor aumente, te envolvendo inteiramente. Para que sua energia entre em sua vida, em seu fluxo vital, de maneira amorosa.

A presença que você vai descobrir, é extremamente semelhante à da Mãe Terra, porque eles são a mesma coisa. Receba-o, abraçe-o.

Agora permita que e experiência se complete.


Quando terminar, diga obrigado para ao Elemental do dinheiro por se expressar plenamente em você. Abra os olhos, se eles estavam fechados, e coloque a nota de lado. Lembre-se, você deve fazer este exercício pelo menos uma vez por dia.

E não se esqueça de voltar para  e relatar seus resultados.

Eu vou adorar saber de você.

Inelia Benz.

http://leoacristica.wordpress.com/