27 de ago de 2011

OS ANJOS DA GUARDA



Os Espíritos tutelares  encontram-se em to­das as esferas.
Os anjos da sublime vigilância, analisados em sua excelsitude  divina, seguem-nos a longa estrada evolutiva. 

Des­velam-se por nós, dentro das Leis que nos regem, todavia, não podemos esquecer que nos movimen­tamos todos em círculos multidimensionais.

A cadeia de ascensão do espírito vai da intimidade do abismo à suprema glória celeste.

Será justo lembrar que estamos plasmando nossa individualidade imperecível no espaço e no tempo, ao preço de continuadas e difíceis experiên­cias.

A ideia de um ente divinizado e perfeito, invariavelmente ao nosso lado, ao dispor de nossos caprichos ou ao sabor de nossas dívidas, não con­corda com a Justiça.
Que governo terrestre desta­caria um de seus ministros mais sábios e especia­lizados na garantia do bem de todos para colar-se, indefinidamente, ao destino de um só homem, qua­se sempre renitente cultor de complicados enigmas e necessitado, por isso mesmo, das mais severas lições da vida? 

Porque haveria de obrigar-se um arcanjo a descer da Luz Eterna para seguir, passo a passo, um homem deliberadamente egoísta ou preguiçoso?
Tudo exige lógica, bom-senso.

Anjo, segundo a acepção justa do termo, é mensageiro.

Ora, há mensageiros de todas as condições e de todas as procedências e, por isso, a antiguidade sempre admitiu a existência de anjos bons e anjos maus.



Anjo de guarda, desde as con­cepções religiosas mais antigas, é uma expressão que define o Espírito celeste que vigia a criatura em nome de Deus ou pessoa que se devota infini­tamente a outra, ajudando-a e defendendo-a.

Em qualquer região, convivem conosco os Espíritos fa­miliares de nossa vida e de nossa luta.
Dos seres mais embrutecidos aos mais sublimados, temos a corrente de amor, cujos elos podemos simbolizar nas almas que se querem ou que se afinam umas com as outras, dentro da infinita gradação do pro­gresso.

A família espiritual é uma constelação de Inteligências, cujos membros estão na Terra e nos Céus.

Aquele que já pode ver mais um pouco au­xilia a visão daquele que ainda se encontra em luta por desvencilhar-se da própria cegueira.

Todos nós, por mais baixo nos revelemos na escala da evolução, possuímos, não longe de nós, alguém que nos ama a impelir-nos para a elevação. Isso pode­mos verificar nos círculos da matéria mais densa.
Temos constantemente corações que nos devotam estima e se consagram ao nosso bem.

De todas as afeições terrestres, salientemos, para exemplificar, a devoção das mães.

O espírito maternal é uma espécie de anjo ou mensageiro, embora muita vez circunscrito ao cárcere de férreo egoísmo, na custó­dia dos filhos.



Além das mães, cujo amor padece muitas deficiências, quando confrontado com os princípios essenciais da fraternidade e da justiça, temos afetos e simpatias dos mais envolventes, capazes dos mais altos sacrifícios por nós, não obstante condicionados a objetivos por vezes egoís­ticos.

Não podemos olvidar, porém, que o admi­rável altruísmo de amanhã começa na afetividade estreita de hoje, como a árvore parte do embrião.

Todas as criaturas, individualmente, contam com louváveis devotamentos de entidades afins que se lhes afeiçoam. A orfandade real não existe.

Em nome do Amor, todas as almas recebem assistên­cia onde quer que se encontrem. Irmãos mais ve­lhos ajudam os mais novos. Mestres inspiram dis­cípulos. Pais socorrem os filhos. Amigos ligam-se a amigos. Companheiros auxiliam companheiros.

Isso ocorre em todos os planos da Natureza e, fatalmente, na Terra, entre os que ainda vivem na carne e os que já atravessaram o escuro passadiço da morte.
Os gregos sabiam disso e recorriam aos seus gênios invisíveis.
Os romanos compreendiam essa verdade e cultuavam os numes domésticos.

O gênio guardião será sempre um Espírito benfazejo para o protegido, mas é imperioso anotar que os laços afetivos, em torno de nós, ainda se encon­tram em marcha ascendente para mais altos níveis da vida.
Com toda a veneração que lhes devemos, importa reconhecer, nos Espíritos familiares que nos protegem, grandes e respeitáveis heróis do bem, mas ainda singularmente distanciados da an­gelitude eterna.

Naturalmente, avançam em linhas enobrecidas, em planos elevados, todavia, ainda sen­tem inclinações e paixões particulares, no rumo da universalização de sentimentos.



Por esse mo­tivo, com muita propriedade, nas diversas escolas religiosas, escutamos a intuição popular asseve­rando: - “nossos anjos de guarda não combinam entre si”, ou, ainda, “façamos uma oração aos an­jos de guarda”, reconhecendo-se, instintivamente, que os gênios familiares de nossa intimidade ainda se encontram no campo de afinidades específicas, e precisam, por vezes, de apelos à natureza superior para atenderem a esse ou àquele gênero de serviço.

Os Anjos da Guarda Segundo André Luiz 


- Texto retirado do livro “Entre a Terra e o Céu” (André Luiz / Chico Xavier) – Cap. 33 (Aprendizado)
http://angelfairylove.blogspot.com/2011/08/os-anjos-da-guarda.html

25 de ago de 2011

Chama Violeta



CHAMA VIOLETA TRANSMUTADORA



MANIFESTO DA CHAMA VIOLETA

Eu sou a Chama Violeta.

Meus queridos filhos do Meio do Mundo, eu sou um SER CÓSMICO, eu sou um PODER, eu sou uma POTÊNCIA.

EU SOU A MISERICÓRDIA DIVINA porque consumo vosso karma. Eu consumo as formas-pensamentos nefastas e maléficas que haveis criado, ou que outros projetam contra vós, breve eu consumo tudo o que não é Luz.
Somente não posso fazê-lo sem vós; chamai-me, meus queridos filhos, sabeis como é preciso fazê-lo, e eu virei imediatamente a vós. Eu vos envolverei, passarei em vossos ossos, em vossos músculos, em vossas veias, em vossos nervos, em todas as vossas células e consumirei tudo o que não é belo em vossas auras. Consumirei o ódio, a discórdia, a inveja, a crítica. Purificarei vosso corpo, vossos corpos, vossos pensamentos, vossos sentimentos e desligarei todos os elos que haveis criado com outras almas pela calúnia, crítica e discórdia!

Enviai-me aos vossos amigos, assim como aos vossos supostos inimigos e eu me precipitarei em tromba para vos prestar serviço. Eu os envolverei, eu os purificarei, eu os libertarei!

Enviai-me aos confins da Terra e eu irei, enviai-me aos mares e oceanos e eu irei, enviai-me à floresta, aos bosques e clareiras, aos jardins e casas dos homens, e eu irei.

Enviai-me às igrejas, aos conventos, aos hospitais, às prisões, aos cemitérios. Eu irei, eu irei por toda a parte onde desejardes, minhas crianças da Terra.

Mas cabe a vós pedir-me. Tocai meu canto. Chamai-me, nós purificaremos conjuntamente a Terra e libertaremos tudo: os humanos, os animais, os vegetais, os minerais, libertaremos as almas errantes, libertaremos tudo o que está impuro

Minhas crianças da Terra, eu sou a MISERICÓRDIA, eu sou a REDENÇÃO. Chamai-me.

Eu sou I AM , A Chama Violeta.


Genebra, 30 de março de 1955
Fonte: Livro Vahali Brasil - Eu Sou I Am o Reino do Aquário
(copiado do site: http://luzdegaia.org

17 de ago de 2011

Terapia com Cristais


Terapia com Cristais

Desde a antiguidade, os cristais vêm sendo associados à canalização de energias cósmicas, proteção e cura. Acredita-se que os atlantes tenham utilizado os cristais como fonte de energia e como arquivo (memória). Inclusive, as pirâmides do Egito teriam formas similares às dos cristais. Hoje, os cristais continuam sendo utilizados em práticas de meditação e cura, além de aplicações tecnológicas incluindo raios laser, computadores, relógios, circuitos eletrônicos, etc.

O que são cristais?
Os cristais são arranjos altamente organizados de átomos, moléculas e/ou íons. É a expressão organizada da matéria. Há cristais de diversos tamanhos, desde sub-microscópicos até com dezenas de metros.

Como os cristais são formados?
Há cristais de origem inorgânica. Formados a partir do magma ou gases associados às atividades vulcânicas. Outros, ao fluxo de soluções aquosas no solo e rochas e outros à atividade orgânica, por exemplo, bactérias, células do corpo humano e de animais(pérolas).

Quando quiser obter ou comprar um cristal, observe e sinta o cristal que mais a atrai, este é o ideal para você.



Como utilizar os cristais?

Meditação & sintonização com cristais:
Os cristais podem ser utilizados durante e após a meditação, agindo como potentes canalizadores energéticos.
Durante a meditação, posicione um agregado de cristais ao seu lado ou sobre as suas mãos.
Após a meditação, deite-se confortavelmente e coloque cristais sobre os chakras (ver tabela de cristais & chakras) ou somente sobre aqueles de interesse, por exemplo, ametista sobre o IV chakra (terceiro olho).
Se sintonize com cada cristal desde os mais inferiores aos mais inferiores (do VII para o I chakra) do corpo e mentalize (imagine) mudanças positivas na sua vida ou mesmo solicite que seja mostrada respostas a perguntas pessoais.

Banho
Os cristais podem ser adicionados à água do banho, caixas d´água, banheiras.
Joias
Os cristais podem ser usados junto ao corpo como joias, ajudando a manter a clareza mental, estabilidade emocional e equilíbrio físico. Os incas utilizavam esmeraldas, os egípcios antigos lápis-lazúli e malaquita, os chineses, jade e índios, turquesa. Coroas com pedras preciosas foram utilizadas por antigos soberanos para sabedoria. Rubis e pedras vermelhas eram usadas no umbigo de dançarinas do ventre árabes para ativar a sexualidade. No terceiro olho, pedras são utilizadas para sintonização com Deus. Colares pendurados sobre o peito são usados para estabilizar o chakra cardíaco. Brincos com pedras para estimular os pontos reflexos que afetam todo o corpo.


Proteção
Há diversos cristais que podem ser usados para proteção pessoal, incluindo turmalina preta, que tem o poder de desviar as energias negativas, e o quartzo enfumaçado. Neste caso, se você passar por uma situação de grande perigo ou negativa, lave o cristal depois de resolvida esta situação. Estes cristais devem ser mantidos dentro da bolsa ou dos bolsos da calça.
Caso você use o cristal de quartzo incolor como proteção, este deve ser limpo semanalmente e caso ele se quebre, trinque ou lasque, lance-o de volta ao ambiente (não jogue no lixo) e adquira outro cristal.

Energização de Ambientes
Neste caso, os cristais mais usados são os agregados de cristais de quartzo, ou drusas. Eles têm o poder de alterar o campo eletromagnético do local, transformando energias potencialmente negativas em positivas e harmônicas.

Cura e Remédios

Os cristais usados para a cura devem ser manipulados exclusivamente pelos terapeutas experientes, de acordo com a finalidade.
No caso dos remédios à base de cristais (elixir de cristais), os cristais limpos são colocados em garrafas transparentes, contendo água mineral. Deixe-os por 4 horas ao sol da manhã para energização e depois mantenha a garrafa contendo os cristais fora da geladeira, tomando 1 ou 2 copos de água por dia. Os mais usados para esta finalidade são os da família do quartzo.

Ainda de forma terapêutica, o profissional pode utilizar os cristais, por exemplo, como auxiliar no alinhamento de chakras. É testado cada um dos chakras (por algum instrumento radionico, por exemplo)  para saber qual está precisando ser equilibrado;  então coloca-se sobre o chakra a ser tratado, o cristal daquele chakra deixando por pelo menos 30 minutos, Podem ser equilibrados quantos chakras forem necessários de uma vez. Então testa-se novamente, para saber se o chakra já está ativado. O mesmo procedimento pode ser aplicado para “curar” buracos na aura.
Plantas
     Escolha um cristal de sua preferência e coloque perto da raiz da planta a ser energizada.
Para ser absorvida a energia de um cristal, vire a ponta do cristal de modo que fique direcionado à você. Se for passar energia para outra pessoa, direcione a ponta do cristal para a pessoa que irá receber a energia.

Lembre-se: “a gente não escolhe os cristais, eles nos escolhem”





Pedra
Chakra
Cor
Efeitos Físicos
Efeitos Espirituais
Cristal de Quartzo
Todos
incolor
energia, proteção, cura
ligação com o EU superior, canalização de energia
Ametista
Sétimo
roxa
Ansiedade, dores de cabeça, cura.
Meditação,
espiritualidade, transmutação
Sodalita
Sexto
índigo
Visão, audição, memória, concentração, visão etérea.
Compreensão, sabedoria
Água Marinha
Quinto
azul
Garganta, voz, nariz.
Comunicação, expressão, profissão
Malaquita
Quarto
verde
Respiração, vitalidade, coração.
Cura, vitalidade
Quartzo Rosa
Quarto
rosa
Coração
Calma, amor incondicional, perdão
Citrino
Terceiro
amarelo
Aparelho digestivo
Emoções, equilíbrio emocional, ego
Cornalina
Segundo
laranja
Energia sexual
Criatividade
Granada
Primeiro
vermelho
Circulação de sangue, âncora.

Ancora energias na Terra, realização.
Turmalina Preta
Primeiro
preto
Proteção, âncora
Proteção espiritual

Fonte: http://www.mistico.com
            http://angelfairylove.blogspot.com

10 de ago de 2011

C R I S T A I S



Cristais
Introdução aos Cristais
     Os cristais, desde as culturas antigas do mundo, eram usados para curar e equilibrar o ser humano. Na cultura antiga da Índia, Grécia e Egito, os cristais eram usados para energizar remédios e auxiliar na medicina, trazendo a cura para muitas pessoas.
     Os cristais são poderosas ferramentas que trazem o equilíbrio natural para as partes: físicas, psicológicas e espirituais. Eles representam o poder da natureza superior. Os cristais podem ser usados em conjunto com outras terapias, tendo uma afinidade especial com a terapia de cores.
     A energia que sai dos cristais, é uma composição dos elementos da natureza e dos raios vibracionais. Transmitem uma espécie de raio que é absorvido pelo corpo físico. Esses raios absorvidos pelo corpo  desbloqueiam e alinham os chakras, que são os sete centros de energia que todos nós possuímos.
     Os cristais podem ser usados nas práticas de meditações e visualizações. Podemos invocar a presença de um cristal através de nossos pensamentos, apenas imaginando sua cor. Eles trazem energia vibracional de alta frequência, amplificado e focalizado nas energias naturais do corpo e da mente.
     Cada cristal tem uma função específica, de acordo com seu tamanho e coloração. Os cristais grandes, como por exemplo a Drusa por ser um quartzo de várias pontas, é excelente para as limpezas dos ambientes.
     Os cristais mais comuns são os cristais de quartzo (transparente), por sua maneira fácil de usar e alinhar os chakras. Os cristais coloridos são usados em cima de cada um dos chakras, a fim de atingir problemas específicos, como por exemplo, uma dor de cabeça. Não é aconselhável para os iniciantes em cristais, começar com os cristais coloridos. O seu uso incorreto poderá não trazer os resultados esperados.

 O Primeiro Cristal

É aconselhável para as pessoas que desejam obter um cristal, escolher um simples, como o quartzo (transparente). Segure o cristal em suas mãos e procure sentir a vibração que eles emitem. Se sentir uma mudança de temperatura nas mãos ou uma espécie de formigamento, este será o cristal ideal para você.
Após a compra do cristal escolhido, ele deverá passar por um processo especial de limpeza e energização. É importante saber que quando um cristal entra em contato com o corpo físico, ele absorve muitas energias negativas, precisando ser limpos e energizados antes de usar.
A limpeza em um cristal, faz com que todas as energias por ela absorvida sejam descarregadas. A energização devolve as energias ao cristal, desta maneira, estando pronta para usá-la novamente.

 

Método de Limpeza

 

 Apresentamos algumas maneiras de como fazer uma limpeza em seu cristal:
a) Pegue uma bacia de vidro ou de plástico (não pode ser de alumínio), coloque água e sal grosso, deixando os cristais submersos por 24 horas ou mais.
b)  Separe os cristais a serem limpos, deixe-os exposto à uma chuva forte, desta maneira eles descarregarão as energias negativas para a terra.
c)   Pegue o(s) cristal(is) a serem limpos. Ascenda um incenso de seu gosto e assopre a fumaça em direção aos cristais. Faça este processo 3 vezes.
d)  Use Reiki para limpar os cristais.

Técnicas para carregar e ativar cristais


-A técnica mais frequente é a de colocar o cristal dentro da água, fora de casa, em contato direto com a luz solar e/ou da lua (quarto crescente ou lua cheia), por 24 a 48 horas.

-Expor o cristal ao arco-íris.

-Colocar um círculo de cristais ativados, com o cristal a ser ativado no centro. Se forem usados cristais de uma ponta para esse fim, as pontas devem todas convergir para o cristal a ser ativado no centro.

-Tempestades – expor os cristais a intensas tempestades, chuvas, ventanias, trovoadas, etc. Esta técnica é mais para ativação do cristal.

-Após a limpeza, coloque o cristal (já carregado) na sua mão esquerda, mantenha uma postura que permita sua coluna ficar reta, trabalhe com a respiração, inspirando ar pelo nariz e soltando pela boca, num ritmo lento e profundo, eleve seu pensamento e imagine estar dentro de seu cristal, sentindo sua temperatura e recebendo em todo o seu corpo sua luz cromática (conforme a cor do seu cristal). 

Fique um tempo banhando-se com essa luz. 

Saia mentalmente do cristal, mas continue recebendo sua luz.

Passe o cristal para a mão direita e doe essa energia para as pessoas que estão mais próximas de você, para as pessoas que lhe vierem a mente, para a cidade toda, para o mundo todo, e traga-a de volta para você. Fazendo esse exercício diariamente numa hora de repouso, renovará seu espírito, equilibrará suas energias e lhe dará a sensação de estar comungando com o universo o tempo todo.