3 de set de 2011


 
Os novos avanços científicos da acupuntura
          Acupuntura, essa milenar arte chinesa de tratar utilizando agulhas em locais específicos da pele, vem sendo cada vez mais investigada pela ciência. Sempre intrigou os cientistas como a acupuntura poderia agir de forma eficiente em problemas tão diferentes de saúde. Alguns resultados pareciam quase mágicos, em especial no tratamento de dor crônica, onde a acupuntura consegue resultados quando todos outros métodos da medicina já haviam falhado. Também é intrigante as respostas de pacientes com sequelas neurológicas. As pesquisas recentes vêm agora revelando como isso acontece.
          Foi descoberto que a acupuntura estimula uma capacidade das células nervosas chamada de neuroplasticidade que permite que novas conexões se formem entre elas. Com essas novas conexões formam-se também novos circuitos nervosos que podem conduzir estímulos que antes estavam bloqueados. A neuroplasticidade ocorre naturalmente e faz parte do processo de recuperação que qualquer pessoa com sequela neurológica experimenta.
          A vantagem é que a acupuntura aumenta de forma significativa essa capacidade das células nervosas de estabelecerem novos contatos, e com isso a recuperação dos problemas neurológicos é maior e mais rápida.
          Nos pacientes com dor crônica, foi descoberto que há uma correlação entre a extensão da área do cérebro que é estimulada quando o paciente sente dor, e a intensidade e sofrimento causados pela dor. A acupuntura atua modulando essa tendência à expansão da área cerebral estimulada pela dor, que diminui, e com ela os sintomas e o sofrimento do paciente. Esse efeito neuromodulador da acupuntura pode ainda explicar ainda outras das suas ações como a de reduzir a ansiedade e melhorar a qualidade do sono. Isso explica porque o efeito analgésico da acupuntura pode ser permanente e com isso livrar do sofrimento os portadores de dor crônica.

        Acupuntura restaura funcionamento do cérebro e corta o estresse

Ainda no cérebro a acupuntura inibe a liberação de um neurotransmissor chamado substância 'P', que atua como um potente mediador da reação de estresse. Inibindo essa substância, e aumentando a liberação de endorfinas a acupuntura restaura o funcionamento normal do cérebro e corta o estresse do dia-a-dia, sendo uma excelente opção para esse problema tão comum nos dias de hoje. Mas as ações da acupuntura no estresse não se limitam a isso. Ela também causa um relaxamento periférico na musculatura aliviando o quadro de tensão muscular que acompanha o estresse mental.
          Cientistas descobriram que isso acontece por um mecanismo chamado arco reflexo - é um caminho que o estímulo nervoso faz, indo pela via sensitiva e voltando pela motora - , através de um inibição dos neurônios motores do *corno anterior da medula.


                          Acupuntura estimula o sistema imunológico

Foi também descrito o mecanismo pelo qual a acupuntura influencia o sistema imunológico. Ela atua em proteínas chamadas conexinas que existem na membrana de muitas células, inclusive as de defesa, estimulando-as em suas funções. Foi demonstrado em pacientes com câncer, recebendo quimioterapia e imunodeprimidos, que a acupuntura estimula a função das chamadas células 'T' auxiliares além de melhorar a capacidade de glóbulos brancos englobarem e destruírem bactérias. Um mecanismo semelhante explica os efeitos da acupuntura na asma e na alergia. O estímulo de células 'T' aumenta a formação de anticorpos do tipo IgG, e como consequência uma redução dos do tipo IgE,  que causam as reações alérgicas.

Outros estudos ainda mostraram que a acupuntura aumenta estímulos específicos através do nervo vago, que restauram os movimentos normais do intestino chamado de movimentos peristálticos. Esse é um dos mecanismos que explicam a ação da acupuntura em problemas digestivos crônicos, como prisão de ventre e síndrome do cólon  irritável. A ciência está demonstrando que a acupuntura possui mecanismos de ação mais complexos e variados do que se supunha inicialmente. Espera-se que com os avanços da pesquisa científica possamos aumentar a eficiência da acupuntura.

Por: Alex Botsaris





           Tradicionalmente, são aplicadas agulhas especiais nos pontos, mas hoje em dia estão sendo substituídas por estímulos luminosos (Cromopuntura e Laserterapia, sonoros (Audiopuntura), imãs (magnetoterapia), esferas "ouro" ou "prata", eletroestimulação e sementes ou partes de plantas (fitopuntura) nos pontos.
Etimologia: acu + puntura, do latim"acus" = 'agulha' + "punctúra" = 'picada'

           Acupuntura é uma técnica de LIVRE exercício, compartilhada simultaneamente e de forma diversa por várias profissões, tais como Terapia Holística, Fisioterapia, Enfermagem, Odontologia, Veterinária e Medicina, cada qual, dentro dos limites específicos de suas áreas de atuação.

Por exemplos: acupuntura em animais, só pode o veterinário ... para analgesia dentária , só o odontólogo.... para DOENÇAS, os médicos... para EQUILÍBRIO ENERGÉTICO e QUALIDADE DE VIDA, os Terapeutas Holísticos...

           As agulhas, quando utilizadas nesta técnica, são específicas para este fim, sendo extremamente finas e maciças (não são ocas como as de injeção, razão pela qual, não retém sangue como estas...). Em sua abordagem milenar, a Acupuntura pressupõe a existência de meridianos ("caminhos de energia"), cuja boa fluência predispõe à harmonia psicofísica. A avaliação deste fluxo energético se dá por meio da análise do pulso (pulsologia), ou via toques em pontos específicos pelo corpo (pontos de alarme), dentre outras opções (localizadores de pontos, análise da língua, da iris, etc) e a terapêutica se dá pela correta escolha de pontos pelo corpo, os quais, devidamente ativados (aplicação de toque, e/ou agulhas, e/ou cores, e/ou magnetos, etc...), despertarão os recursos do próprio Cliente, proporcionando a maximização de seu bem-estar.

           Considerando que inexiste lei alguma que defina, restrinja ou crie regras quanto ao exercício desta técnica, implica que qualquer profissional pode exercê-la, bastando para tanto, cumprir os requisitos pertinentes a qualquer atividade econômica, ou seja, ter seu registro como profissional autônomo ou empresa prestadora de serviços na área junto aos órgãos fazendários e quitar os impostos e taxas governamentais, tais como ISS - Imposto Sobre Serviço, Taxa de Funcionamento, Taxa de Publicidade, Previdência Social e Imposto de Renda, dentre os mais comuns.
Importante observar que, independente da profissão, caso o exercício da Acupuntura ocorra, literalmente, utilizando-se de agulhas, será exigido o cumprimento da legislação sanitária quanto ao descarte das mesmas, que, dentre outras providências, implica na existência de embalagem normatizada para descarte de material infecto-contagiante, bem como a coleta seletiva específica a este fim.

Os Terapeutas Holísticos que possuem CRT - Carteira de Terapeuta Holístico Credenciado estão compromissados contratualmente ao cumprimento de NTSV - Normas Técnicas Setoriais Voluntárias, sendo algumas delas específicas para a Acupuntura, com grande grau de exigência quanto às agulhas, as quais devem ser específicas para a prática, sendo descartáveis e de uso único e devendo ser cedidas ao Cliente, sem custo à parte.

Nenhum comentário: